13 de dez de 2013

Lipoescultura

A cirurgia de lipoaspiração tem por objetivo atuar no contorno corporal, na silhueta e nos depósitos de gordura, causados pelas chamadas gorduras exercício-resistentes. A lipoaspiração se dá por meio da sucção por um dispositivo a vácuo, no entanto, este procedimento é recomendado para pacientes que apresentam excesso de gordura localizada, não sendo indicada para emagrecer.

Pacientes jovens, com pele elástica, tem melhores resultados, visto que a lipoaspiração não retira pele e a presença de sobra de pele, após a cirurgia, dependerá da capacidade de retração da pele. A lipoaspiração é realizada usando a técnica úmida, com a injeção de soro fisiológico para reduzir as perdas sanguíneas na gordura a ser aspirada.

Os procedimentos mais frequentes incluem a lipoaspiração no queixo, lipoaspiração no braço, lipoaspiração no tórax, lipoaspiração no abdômen, lipoaspiração nas coxas, lipoaspiração nos culotes, lipoaspiração nas pernas, lipoasíração no dorso, lipoaspiração nos joelhos e lipoaspiração nas nádegas. As cicatrizes da lipoaspiração são muito pequenas, de dois a cinco milímetros, e são colocadas em áreas escondidas como, por exemplo, sob a marca do biquíni, dentro do umbigo ou no sulco mamário.


A gordura retirada na lipoaspiração poderá ser reinjetada no corpo, seja para corrigir deformidades, seja para aumentar as nádegas, por exemplo. Este processo tem o nome de lipoescultura. A celulite na região do glúteo pode ser tratada com a lipoescultura. A cirurgia dura entre uma e três horas, com internação de um dia. A dor é controlada com analgésicos comuns. Pode ocorrer edema, sensação de ardência pós-operatória, onde a paciente necessita de uma cinta compressiva que deve ser usada por cerca de um mês e meio após a cirurgia.

A paciente deverá, também, realizar fisioterapia pós-operatória por algumas semanas, para melhorar ondulações, manchas e cicatrizes na pele. A recuperação para trabalhar será após uma ou duas semanas e, para as atividades mais árduas, após a quarta semana. A manutenção dos resultados da lipoaspiração dependerá do comprometimento da paciente em seguir a dieta aconselhada e de respeitar alguns exercícios para que não volte a engordar.

A lipoaspiração pode ser realizada pelo método tradicional, podendo se utilizar de um aparelho de vibrolipoaspiração que, por meio de movimentos regulares laterais da ponta da cânula, favorece a retirada de gordura mais fina, em áreas de gordura mais firme, pós-fisioterapia, já lipoaspiradas. O conselho federal de medicina, com o subsídio da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, emitiu uma resolução n. 1711, de 2003, que indica os limites de segurança da lipoaspiração, que devem ser seguidos a risca pelos cirurgiões plásticos.

Visite nosso site e marque sua consulta com o Dr. Davi Pontes : http://www.cirurgiaplasticaemfortaleza.com/
Telefone: (85) 4102-4444 ou 85825399

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu contato paa que possamos retornar e/ou entrarmos em contato com você. Volte sempre!