15 de jul de 2014

Otoplastia (Orelhas)













Ao contrário do que normalmente se pensa, as “orelhas em abano” não costumam ser grandes, mas tem um ângulo aumentado com a cabeça e são mais planas pela falta de uma dobra natural, chamada de anti-helix, o que as projeta para fora. Otoplastia é a cirurgia indicada para a correção desse problema, que afeta ambos os sexos e que causa transtornos sociais desde a infância, se agravando na adolescência.

O momento ideal para a sua correção é a dúvida mais frequenquente entre os que procuram uma consulta com cirurgião plástico. Nesse sentido, o ideal é que a correção aconteça o mais cedo possível, para minimizar os estígmas sociais, como piadas na fase escolar. No entanto, deve-se esperar que a orelha já esteja totalmente desenvolvida ou próximo disso, o que acontece em torno de cinco a sete anos de idade.

Por outro lado, também não existe idade máxima. Portanto, adultos que não tiveram oportunidade ou até mesmo vontade de fazer a otoplastia podem fazê-la a qualquer momento da vida.

Indicações
A otoplastia é indicada para homens e para mulheres que não estão satisfeitos com a aparência das orelhas. Pode ser feita na infância, na adolescência ou na fase adulta.

Quem pode fazer?
- Homens e mulheres a partir dos 5 anos de idade, desde que estejam aptos a realizar o procedimento (clique para saber mais sobre cirurgia plástica na adolescência e cirurgia plástica na terceira idade);

- Diabéticos ou portadores de problemas de pressão (hipertensos) podem fazer a otoplastia, desde que a doença esteja controlada e não ofereça riscos à saúde. (clique para saber mais sobre cirurgia plástica e diabetes ou cirurgia plástica para hipertensos);

- Em relação às grávidas, não recomendamos cirurgias durante a gravidez e a amamentação.  (saiba mais sobre cirurgia plástica e gravidez);

- Fumantes devem suspender o cigarro antes e depois da cirurgia, até que a cicatrização se normalize. (Saiba mais sobre tabagismo e cirurgia plástica);

- Pessoas com depressão devem avisar o médico durante a consulta, para que sejam tomados os devidos cuidados.

A Cirurgia
O procedimento cirúrgico geralmente não dura mais que 90 minutos e pode ser considerado simples. Na maioria dos casos, a anestesia é local com sedação e o período de internação é de um dia ou até menos (12 horas).

O cirurgião faz pequenas incisões atrás da orelha  a fim esculpir a cartilagem, reduzindo a distancia entre a orelha e o crânio. Dependendo do organismo de cada paciente, a técnica utilizada poderá remover ou não parte desta cartilagem, sempre buscando o resultado mais natural possível.

Dependendo da deformidade de cada caso, alguns pacientes tem incisões de aproximadamente 1 a 2 mm, não sendo necessário dar pontos externos nem retirá-los.

Anestesia: pode variar de acordo com o organismo e com condição de saúde de cada paciente, podendo ser apenas anestesia local, local com sedação ou geral.

Tempo de Duração: 1 a 2 horas.

Tempo de Internação: 12 a 24 horas.

Curativos: mantido por 1 a 5 dias, dependendo da rotina do cirurgião.

Incisões: as incisões são muito pequenas e se localizam atrás das orelhas para que a cicatriz fique “escondida” pelos cabelos.

Cicatrizes: muito discretas, geralmente inaparentes.

Pontos: a retirada é feita, de maneira geral, em uma ou duas semanas.

Antes e depois da otoplastia
Os cuidados antes e depois da otoplastia são muito importantes tanto para um resultado satisfatório, quanto para a segurança do paciente.

Antes da cirurgia (pré-operatório): suspender o cigarro e outras substâncias que possam atrapalhar a cicatrização como anticoagulantes. Além disso, é preciso que se faça uma série de exames para saber se o paciente está apto para realizar o procedimento em segurança, tais como:

- Eletrocardiograma;

- Coagulograma;

- Raio X de tórax

- Hemograma Completo.

Veja nosso artigo sobre pré-operatório de cirurgia plástica para saber sobre os cuidados para que a cirurgia seja bem sucedida.

Principais cuidados antes da cirurgia:

- Em caso de gripe ou de infecção, o cirurgião plástico deve ser avisado com antecedência;

- Suspender o uso do álcool, cigarro ou drogas antes da cirurgia;

- Suspender uso de medicamentos para emagrecimento e principalmente remédios a base de ácido acetil-salicílico (Aspirina, Melhoral, AAS) ou qualquer outro medicamento com ação anticoagulante;

- Analgésicos à base de dipirona e de paracetamol podem ser utilizados;

- Avisar o médico quanto ao uso de anticoncepcionais orais ou injetáveis. Pode ser necessário suspendê-los 30 dias antes da cirurgia;

Depois da cirurgia (pós-operatório):

Embora fenômenos como edema (inchaço), equimoses e algum grau de inflamação sejam naturais, alguns cuidados podem amenizar a sua ocorrência e minimizar a possibilidade de outros problemas, como cicatrizes hipertróficas, quelóides, assimetrias, hematomas, etc.

Um pós-operatório bem feito é fator determinante para o sucesso da cirurgia.  Para saber mais sobre o assunto, veja nosso artigo sobre pós-operatório em cirurgia plástica.

Para o bom resultado da otoplastia, uma recomendação muito importante é com relação a faixa que se usa após a cirurgia, principalmente ao dormir. Esta faixa é parecida com a faixa de um tenista e envolve a cabeça por um tempo para evitar que as orelhas se afastem do crânio ou não fiquem simetricamente posicionadas.

É importante lembrar que algum grau de assimetria é esperado, pois nada é absolutamente igual na natureza. Observe que sempre temos uma sobrancelha mais baixa que a outra, que sempre temos um braço mais fino que o outro e que tudo mais que for comparado mostrará alguma diferença. (saiba mais em nosso artigo sobre simetria em cirurgia plástica).

Principais cuidados depois da cirurgia:

- Repouso em casa mínimo de 2 dias;

- Evitar baixar a cabeça por dez dias;

- Curativos e retirada dos pontos podem ser feitos no consultório, geralmente uma semana após a cirurgia;

- Cabelos podem ser penteados e lavados já nos primeiros dias após a cirurgia;

- Os primeiros banhos devem ser cuidadosos;

- Evitar exposição solar por pelo menos 30 dias;

- Não fazer esforço carregando peso por 30 dias;

- Uso da faixa para dormir por 30 dias em média (existem variações de acordo com a técnica de cada cirurgião);

- Academia e exercícios físicos devem ser reiniciados progressivamente a partir de 30 dias com caminhada e exercícios leves.
Fonte Eduardo Furlani

Visite nosso site e marque sua consulta com o Dr. Davi Pontes : http://www.cirurgiaplasticaemfortaleza.com/
Telefone: (85) 4102-4444 ou 85825399

Um comentário:

  1. Há algum tipo de consórcio próprio oi parcelamento na clínica pras cirúrgias??

    ResponderExcluir

Deixe seu contato paa que possamos retornar e/ou entrarmos em contato com você. Volte sempre!