25 de jul de 2014

Abdominoplastia Com Lipo

Fazer uma cirurgia plástica na barriga, chamada de abdominoplastia juntamente com a lipoaspiração ou a lipoescultura é uma das formas de conseguir livrar-se das gorduras em excesso e melhorar o contorno corporal. Estas duas cirurgias plásticas complementam-se pois a abdominoplastia remove a gordura em excesso na barriga e trata a flacidez enquanto que a lipoaspiração remove a gordurinha localizada em locais específicos, melhorando o contorno corporal, especialmente afinando a cintura.

A lipo-abdominoplastia pode ser realizada com anestesia peridural e necessita em média de 3 dias de internamento. No pós operatório o paciente ficará com um dreno, por onde sairá o excesso de líquido (seroma) e deverá utilizar uma faixa compressiva em toda a zona abdominal. Esta faixa deverá ser utilizada diariamente durante aproximadamente 30 dias e servirá para dar mais conforto e evitará que a região fique muito inchada e dolorida. Repouso e boa alimentação são itens indispensáveis para evitar complicações como a reabertura dos pontos da cirurgia.

O resultado final desta cirurgia plástica deve ser visto, em média 60 dias após o procedimento. Mas o paciente deve ter o cuidado de alimentar-se corretamente e fazer exercícios físicos com regularidade para evitar engordar novamente.

Pós-operatório da abdominoplastia
O pós-operatório da abdominoplastia requer repouso. Durante os dias que se seguem após a cirurgia, é recomendado que o indivíduo não faça esforços, alimente-se de forma saudável, beba muita água e use a cinta modeladora durante o dia e também à noite.

A cinta modeladora só deve ser retirada para o banho e para a limpeza da cicatriz, devendo ser novamente vestida após este cuidado. A cinta irá pressionar a região abdominal conferindo maior conforto, facilitando os movimentos e irá evitar o acúmulo do seroma. Ela deve ser utilizada desde o dia da operação até, aproximadamente, 45 dias do pós-operatório. Durante esta fase é normal sentir algumas dores e, quanto a isto, pode-se recorrer a analgésicos, como o Paracetamol, por exemplo. Para facilitar as idas ao banheiro, tomar suplementos à base de fibras, como o Benefiber, pode ser de grande ajuda.

As atividades do dia a dia podem aos poucos ser retomadas, desde que não cause dor ou incômodo. Situações como febre, saída de líquido, muitas dores, que não passam com os analgésicos, e inchaço geral podem representar algo mais grave e o médico deve ser prontamente contactado.

Nos primeiros meses após a abdominoplastia pode ser necessário ter que recorrer a outros tratamentos estéticos, como lipocavitação para melhorar os resultados, caso tenha ficado alguma imperfeição.

Marque sua Consulta Com Dr Davi Pontes
 (85) 4102.4444 ou 8582.5399

Fonte: Marcelle Pinheiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu contato paa que possamos retornar e/ou entrarmos em contato com você. Volte sempre!